O COVID-19 e a importância da NR-06

Atualizado: Jul 15

Você provavelmente está em quarentena ou reduziu a quantidade de tempo fora de casa por conta da pandemia do novo coronavírus.


Como já deve ter ouvido, o coronavírus é um grupo de vírus responsável por infecções no sistema respiratório. O novo coronavírus, que teve seu primeiro caso registrado na cidade chinesa de Wuhan em dezembro de 2019, é chamado de Sars-CoV-2 e a doença causada por ele se chama COVID-19. Os sintomas da nova doença são parecidos com os da gripe: tosse seca, febre e dores na cabeça e na garganta. Os grandes diferenciais desse caso para outras gripes ou influenzas são a dificuldade de respirar e a intensidade da febre, que é mais alta no caso do coronavírus.


Vários estados brasileiros já tomaram medidas para tentar conter um avanço muito rápido da COVID-19 no país, dentre elas o isolamento social. Porém, alguns profissionais não podem deixar de ir para o ambiente de trabalho e, por isso, precisam reforçar os cuidados. É diante disso que, como empresa atuante na área de Biossegurança, a BioTech Consultoria vem informar sobre a Norma Regulamentadora 6 (NR-6) e o uso dos Equipamentos de Segurança Individuais (EPIs) na prevenção da contaminação pelo novo vírus.


O uso do EPI no trabalho tem como principal objetivo prevenir acidentes e proteger a saúde do trabalhador. Dessa forma, os EPIs são fundamentais para aqueles trabalhadores que não podem ficar em isolamento ou que requerem um contato grande com o público, como é o caso dos profissionais da saúde e de outros serviços essenciais.


Na situação atual, a recomendação é o uso específico dos respiradores N95 ou máscaras PFF2, luvas, óculos protetores e aventais. A higienização das mãos também é indispensável, principalmente após o uso dos EPIs. Segundo a lei brasileira, todo equipamento de proteção deve ser fornecido de forma gratuita pelo órgão empregador para seus funcionários, além de apresentar plenas condições de funcionamento e conservação.


Abaixo, é explicada a diferença entre o respirador N95/PFF2 e outras máscaras cirúrgicas e o porquê de a indicação para quem tem contato frequente e/ou direto com a COVID-19 não ser o uso das máscaras comuns.



68 visualizações

BioTech

CONSULTORIA

CNPJ: 29.118.133/0001-49

Empresa Júnior de Engenharia Biomédica da Universidade Federal de Pernambuco