O poder da tecnologia aplicada à saúde

Atualizado: Jul 15

Com o passar dos anos e dos avanços na medicina, a qualidade e a expectativa de vida da população tendem a aumentar. Além disso, temos também uma tendência de crescimento no volume de pacientes que precisam ser assistidos pelos sistemas de saúde, sejam eles públicos ou privados, além de uma preocupação maior com prevenção de doenças e melhorias na gestão da saúde (considerando-se o aumento no fluxo de pacientes).


Para que seja possível atender a demanda da melhor forma possível, o uso da tecnologia - que hoje está presente nos diversos âmbitos da nossa vida - tem se mostrado bastante eficaz. Pesquisas sobre aumento da longevidade, telemedicina, softwares de gestão hospitalar, cirurgias robóticas e big data (que merecem um tópico próprio) são apenas alguns exemplos de como a tecnologia já vem revolucionando a medicina.


Vantagens da tecnologia aplicada à saúde


Uma pesquisa da SciELO (que pode ser acessada aqui) sobre inovação tecnológica na saúde mostrou que o uso da tecnologia nessa área traz inúmeros benefícios, principalmente para a rapidez no diagnóstico e tratamento de doenças. Além disso, é possível se obter mais assertividade nos diagnósticos, democratização do acesso à saúde (com médicos chegando em comunidades remotas, por exemplo, através da telemedicina) e comunicação instantânea, coisas que se mostram essenciais principalmente no momento em que estamos vivendo.

É importante que se observe também o crescimento do uso de plataformas digitais para a prevenção de doenças. Informações sobre a Covid-19, por exemplo, estão chegando em diversas camadas da população graças às plataformas digitais, que são amplamente utilizadas. O uso de aplicativos e redes sociais se mostra, então, não só importante, mas crucial para a saúde das pessoas.


Cirurgias robóticas


Parece ficção científica mas já é realidade. Cirurgias robóticas estão se tornando cada vez mais comuns no Brasil e no mundo (você pode ler sobre a evolução desse tipo de procedimento no estado de Pernambuco aqui). Os robôs podem ser utilizados para que a cirurgia seja mais precisa e menos invasiva, de modo que o paciente corre menos riscos e se recupere mais rápido.


Apesar dos inúmeros avanços nesse sentido, ainda há muito o que se melhorar. A expansão do tipo de cirurgia que pode ser realizada, maior automatização do processo (atualmente, os robôs só funcionam seguindo os comandos do médico e não têm tanta autonomia do processo cirúrgico) e a possibilidade de realização dessas cirurgias remotamente (atualmente, o médico precisa estar presente fisicamente para operar o robô) são apenas algumas das melhorias que podemos ter no futuro.


Big Data


Big data pode ser definido como a análise e interpretação de um grande volume de dados, que podem ser de qualquer natureza. No caso da saúde, pode ser de grande utilidade o armazenamento em massa de detalhes das enfermidades e dos doentes (como de que forma afeta os pacientes, em quanto tempo, qual o perfil de pessoa afetada pela doença, etc.).


Com uma grande quantidade de dados desse tipo, é possível analisar essas informações para tomar decisões estratégicas, fazer planos de marketing mais eficientes, além de facilitar a pesquisa sobre tratamentos de doenças, entre outras vantagens. Acesse aqui um artigo (em inglês) mais detalhado acerca de Big Data aplicado à saúde.


Futuro da tecnologia aplicada à saúde


Com os frequentes avanços tanto na área de TI como na área da saúde, a tendência é que a tecnologia seja cada vez mais utilizada para melhorar processos na área da medicina, em diversos âmbitos.


É, portanto, imprescindível que clínicas, consultórios, hospitais e profissionais da saúde se adaptem à nova realidade, seja através da implementação da telemedicina, de softwares de gestão, do treinamento dos profissionais voltado para a robótica ou da utilização de estratégias de marketing, serviço oferecido pela BioTech Consultoria.


24 visualizações

BioTech

CONSULTORIA

CNPJ: 29.118.133/0001-49

Empresa Júnior de Engenharia Biomédica da Universidade Federal de Pernambuco