O Papel das Empresas no Cuidado com a Saúde Mental dos Colaboradores

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o estado de saúde mental consiste em um bem-estar no qual o indivíduo é capaz de usar suas próprias habilidades, recuperar-se do estresse rotineiro, ser produtivo e contribuir para sua comunidade. O Brasil, país número 1 em casos de depressão na América Latina, já reflete as dificuldades em lidar com esse setor da saúde, especialmente no modelo de negócios.


Como reflexo dessa situação, temos as estatísticas: O país é o segundo que mais perde dinheiro com a depressão no ambiente profissional. Apesar de o tema vir se tornando cada vez mais relevante ao longo dos últimos anos, as posições do Brasil vem piorando. Assim, a manutenção da saúde mental dos colaboradores é, cada vez mais, um fator de relevância para os contratantes.


Síndrome de Burnout


Um dos problemas mais comuns relacionados à saúde mental no ambiente de trabalho é a Síndrome de Burnout, ou Síndrome do Esgotamento Profissional. A enfermidade, como o próprio nome já diz, é reflexo exatamente do excesso de trabalho. Um ambiente com pouco apoio, chefe antipático, alta demanda e baixa recompensação contribui para o aumento das chances de exaustão, até que, sem aguentar, o corpo simplesmente se desliga.


Os sintomas podem incluir estresse excessivo, exaustão extrema, fadiga, dores musculares, problemas gastrointestinais e dificuldade de concentração. A síndrome, para piorar, pode resultar em um estado de depressão profunda.


Como as Empresas Devem Atuar?


Conhecendo a situação das empresas brasileiras no que diz respeito à saúde mental dos colaboradores, surge a urgência de maiores cuidados nesse âmbito. Hoje, apenas 18% dos negócios mantêm um programa para cuidar da saúde mental dos funcionários. É um número muito baixo, visto que os transtornos mentais estão entre as maiores causas de afastamento do trabalho.


O ambiente de trabalho já é muito estressante. Evitar práticas que piorem a situação, bem como investir em manutenção da saúde mental dos colaboradores é imprescindível e pode mudar completamente o desempenho dos funcionários.


Algumas das atitudes que os empregadores podem, sem grande dificuldade, implementar para melhorar o clima organizacional do ambiente são:

  • Promover ou fornecer acompanhamento psicológico para os colaboradores;

  • Incentivar a prática de exercício físico, por meio, por exemplo, de terapia ocupacional;

  • Promover programas e palestras de medicina preventiva;

  • Promover o ambiente como um local aberto e seguro para diálogo;

  • Capacitar lideranças para que saibam lidar com diferentes pessoas e situações;

  • Investir no conforto dos espaços.

É papel de toda empresa fornecer um ambiente de trabalho equipado e seguro para seus funcionários. Esses aspectos, como hoje se sabe, não envolvem apenas questões técnicas ou materiais, mas o clima organizacional e tudo que compõe o bem estar dos funcionários. Hoje, esses pontos são mais importantes do que nunca.


A BioTech Consultoria se orgulha de promover sempre a saúde física e mental de seus colaboradores e clientes.

10 visualizações

BioTech

CONSULTORIA

CNPJ: 29.118.133/0001-49

Empresa Júnior de Engenharia Biomédica da Universidade Federal de Pernambuco