Como a tecnologia tem mudado a gestão de clínicas

Atualizado: Jan 15

Nos últimos anos a tecnologia vem sendo cada vez mais utilizada na medicina, de diversas formas diferentes. Entre seus possíveis usos está a possibilidade de gestão de clínicas, consultórios e hospitais.

Não muito tempo atrás, toda a gestão das clínicas era feita no papel: dados dos pacientes, receituários, controle de estoque, organização financeira, etc. Com a popularização dos telefones fixos e posteriormente dos telefones celulares, a marcação de consultas passou a ser feita de casa, sem precisar ir diretamente até o médico para isso.

Porém, foi apenas com o surgimento dos computadores - que se popularizaram entre as empresas pouco tempo antes - que as mudanças mais significativas ocorreram: agora era possível fazer toda a organização da clínica através de documentos e planilhas digitais (que foram inclusive alguns dos primeiros programas de computador).

A partir daí, a tecnologia avançou cada vez mais. Smartphones se tornaram itens essenciais na vida das pessoas e a internet agora possibilita coisas que eram impensáveis décadas atrás. No entanto, apesar disso, inúmeras clínicas e consultórios continuam fazendo sua gestão em planilhas, ou pior ainda: no papel.


A importância de um sistema de gestão


Embora fazer a gestão da sua clínica no papel não seja uma boa prática, é importante dizer que se utilizar de planilhas e documentos não necessariamente será ruim, tudo irá depender da sua necessidade. Não adianta ter um sistema complexo de gestão se você não utiliza ou não precisa, por exemplo.

Porém, via de regra, é de grande importância se adequar à modernidade e saber utilizar os avanços tecnológicos da melhor maneira possível para a sua clínica ou consultório, principalmente levando em consideração a concorrência. Imagine que uma advogada chamada Flávia está precisando ir a um odontologista:

  • Flávia é muito ocupada e quer gastar o menor tempo possível com isso, então ela pesquisa rapidamente no navegador e o seu consultório é o primeiro que aparece;

  • Ela olha no seu site, mas nele consta apenas seu endereço e o telefone;

  • Flávia liga para seu consultório, mas não é atendida, então procura novamente no navegador;

  • A advogada encontra outro odontologista e ao visitar o site percebe que pode fazer a marcação de consulta online, então rapidamente marca para o dia e horário mais interessantes para ela.

Apesar de ser apenas um exemplo, situações como essa são muito comuns e, para além de marcação de consultas, a gestão automatizada da sua clínica também pode ajudar a conseguir e fidelizar clientes, além de aumentar seus rendimentos e otimizar tempo dos funcionários.

Imagine agora que existem duas clínicas que atuam no mesmo setor:

  • A clínica 1 possui e utiliza um sistema de gestão para organizar o estoque, onde são facilmente identificados os itens que estão com estoque baixo;

  • A clínica 2 faz seu controle de estoque no papel e por diversas vezes aconteceu de faltarem insumos essenciais ao seu funcionamento, fazendo com que alguns clientes não pudessem ser atendidos no dia ou esperassem por muito tempo até que algum funcionário pudesse comprar os insumos.

Qual dessas clínicas tem mais chances de fidelizar clientes?


Tem problemas para administrar sua clínica ou consultório? Nosso serviço de Jornada do Paciente pode te ajudar! Entre em contato conosco.

39 visualizações0 comentário